A balança comercial brasileira fechou 2017 com superávit de US$ 67 bilhões. Trata-se de um resultado excelente, puxado por US$ 217,74 bi em exportações e US$ 150,74 bi em importações.

O agronegócio fez sua parte e, indiscutivelmente, contribuiu bastante para esse resultado. Segundo dados do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC), nada menos do que sete produtos agropecuários estão entre os 10 itens que mais recursos proporcionaram ao país.

O líder absoluta em exportações em 2017 foi a soja. O produto em grão, farelo e óleo gerou nada menos do que US$ 30,7 bilhões em receita para o Brasil. O açúcar foi o 4o mais importante item da pauta, com US$ 9 bilhões. Vêm a seguir a carne de frangos, com US$ 6,4 bi, a celulose com US$ 6,3 bi, a carne bovina com US$ 5 bi e o café com US$ 4,6 bi e o milho com US$ 4.57 bi.