De janeiro a setembro de 2018, a balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 44,31 bilhões, com exportações de US$ 179,66 bilhões e importações de US$ 135,35 bilhões. As exportações do agronegócio brasileiro aumentaram 7,3% em relação ao mesmo período do ano anterior, alcançando US$ 79,38 bilhões (44,2% do total nacional). Já as importações do setor recuaram 1,3% no período, somando US$ 10,54 bilhões (7,8% do total nacional). O superávit do agronegócio nesse período foi de US$68,84 bilhões, sendo 8,8% superior na comparação com o mesmo período do ano passado.

Os cinco principais grupos nas exportações do agronegócio brasileiro foram: complexo soja (US$ 33,65 bilhões), seguido por carnes (US$ 10,95 bilhões), produtos florestais (US$ 10,49 bilhões), complexo sucroalcooleiro (US$ 5,61 bilhões), e cereais, farinhas e preparações (US$ 5,40 bilhões). Esses cinco grupos agregados representaram 83,3% das vendas externas setoriais brasileiras, com destaque para o grupo do complexo soja que no período analisado aumentou sua participação de 37,6% em 2017 para 42,4% em 2018.