Dia 16 de outubro é comemorado o Dia Mundial da Alimentação, criado pela ONU (Organização das Nações Unidas) com o objetivo de provocar uma reflexão sobre o quadro atual da alimentação ao redor do mundo e, principalmente, sobre a fome no planeta.

Ao pensar na demanda do mercado, cada vez mais interessado na origem do que é consumido, a Bayer leva a São Paulo os ‘caminhos da laranja’. Com o conceito de ‘Inovação que alimenta’, um mini pomar de laranja será mostrado ao público urbano para que ele conheça o procedimento da produção, da semente ao suco, a fim de mostrar a inovação na agricultura e o trabalho do produtor rural, elucidando toda a logística para que a fruta e a bebida cheguem aos supermercados e lares. Afinal, aproximar o campo e a cidade é uma necessidade da agroindústria e o suco de laranja é uma forma de representar toda a cadeia.

A experiência ainda contará com um atrativo digital, pois serão disponibilizados tablets com infográfico interativo para que os visitantes acessem, de forma didática, o passo a passo de uma fazenda. Os processos como casa de vegetação, plantio, manejo, florescimento, colheita, indústria e consumo, foram baseados na Fazenda Fachini, que começou a cultivar laranja há 50 anos no interior de São Paulo, e tem como patriarcas os irmãos Sérgio e Eurides Fachini. Ao final do circuito, o visitante poderá inclusive tomar a suco da fruta.

Esta experimentação será feita em dois dias e lugares diferentes: em 07 de outubro, o pomar estará disponível para visitação na Vila Butantan, e dia 18 de outubro, o público poderá conferi-la no Museu Catavento.

SERVIÇO

O que: Caminhos da laranja – Inovação que alimenta
Quando: 07 e 18 de outubro
Onde: Vila Butantan (Rua Agostinho Cantu, 47 – Próximo ao metrô Butantã) e Museu Catavento (Pq. Dom Pedro II – Av. Mercúrio, s/n – Brás) – respectivamente
Horário: 11h às 22h e 9h às 17h – respectivamente
Quanto: Entrada gratuita e R$6 inteira – respectivamente