Foram anunciados, em Londres, os vencedores do Syngenta Photography Award 2017 (Prêmio Syngenta de Fotografia 2017).

A vencedora da Categoria Comissão Profissional é a artista e fotógrafa britânico-chinesa Yan Wang Preston. O fotógrafo irlandês residente em Dublin, Kenneth O’ Halloran, foi selecionado como o vencedor da Competição Aberta.

Yan Wang Preston foi escolhida por um júri internacional presidido pelo escritor e fotógrafo William A. Ewing. Correspondendo ao tema deste ano, Crescer-Conservar, seu projeto de longo prazo, “Floresta”, explora a relação entre urbanização e natureza, particularmente em relação às florestas urbanas da China. Os conflitos entre o rápido crescimento das nossas cidades e a proteção de ecologias existentes é uma questão central no projeto.  Preston recebeu US$ 15.000 como prêmio em dinheiro e até US$ 25.000 para completar sua proposta. A Incumbência irá permitir a Preston expandir e concluir o projeto, que aborda especificamente o mercado de árvores na China continental.

Ganadores premio fotografía Syngenta 2017 - Yan Wang Preston Bosque n.º 6, 2011

O segundo prêmio, de US$ 10.000, foi atribuído ao fotógrafo de San Francisco, Lucas Foglia, por seu projeto “Frontcountry” (País dos Fundos) explorando algumas das áreas menos povoadas dos Estados Unidos. O terceiro prêmio, de US$ 5.000, foi atribuído a Claudia Jaguaribe, por seu projeto “The Library Series” (Série Bibliotecas), seguindo seu trabalho fotografando as florestas tropicais brasileiras.

O vencedor do Concurso Aberto deste ano é o residente de Dublin, Kenneth O’Halloran, que recebeu US$ 5.000. Sua fotografia vencedora retrata a produção de arroz em Tonte, Togo. Sua série atenta para o desafio da segurança alimentar global, explorando a relação do homem com a terra em alguns países na África. Em segundo lugar ficou Matt Hamon (Montana, EUA), que recebeu US$ 3.000 por sua imagem de uma mulher de Epona cuidando de seu filho criança no canto de um galpão de processamento de carne no Parque Yellowstone, Montana; e no terceiro lugar ficou Robin Friend (Reino Unido) que recebeu US $2.000 por sua imagem de uma mina de ardósia desativada no norte de Gales, que agora serve como um aterro sanitário para os produtos que a mina outrora fornecia. Ganadores premio fotografía Syngenta 2017 - Kenneth O’Halloran Productora de arroz, Sanwougou Lalle, Togo, 2015

“Fiquei impressionado e sensibilizado, assim como todo o júri, por ver a extraordinária gama de projetos bem pensados apresentados este ano, para não mencionar a alta qualidade da fotografia. Fazer a seleção em ambas as categorias dos projetos vencedores… não foi uma tarefa fácil. Nós achámos muitas das propostas extremamente criativas em sua abordagem, e a escolha das imagens enviadas foi igualmente refletida. Também foi encorajador ver como, analisadas em conjunto, as participações mostraram uma convicção profundamente sentida de que a fotografia pode fazer a diferença em considerações de importância vital para todos nós.“, afirma William A. Ewing, presidente do júri.

Fonte: AI